O projeto "Casa do Blues" após oito anos, abre suas portas para São Jose do Rio Preto e região.

Minha foto
São José do Rio Preto, São Paulo, Brazil
O projeto "Casa do Blues", após 8 anos, transfere suas atividades para São Jose do Rio Preto, trazendo uma opção diferenciada em entretenimento noturno para a cidade e região, acreditando no seguimento blues-rock, oferecemos o melhor do seguimento, videos em altíssima definição, cardápio muito bem elaborado com pratos da culinária nacional e internacional, bebidas de variadas nacionalidades e cerveja artesanal da melhor qualidade, venha conhecer nosso espaço, também com musica ao vivo aos finais de semana, Fone: (17)991491352.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

The Black Crowes Unplugged




Durante o final da década de 80 e até recentemente, os Black Crowes eram uma "máquina de puro Rock n Roll". Com um visual "retro" copiado de uma banda acabada de sair de "Woodstock", os Crowes eram apontados como dignos sucessores dos Rolling Stones , Allman Brothers Band ou Lynyrd Skynyrd.Um som que agradou imediatamente os puristas do Rock e que se demarcou dos restantes grupos da época. Confesso que até bem pouco tempo atrás não conhecia o trabalho desta banda digna de elogios, até ver uma participação de Cris em um tributo à Bob Marley, interpretando a musica Kink Reggae, ai foi o ponto de partida para a aquisição de mais alguns itens para o acervo, dentre eles um ao vivo junto com Jimmy Page, repaginando as melhores do Led, datado do final de 1998, um outro show de 2006, e agora um Unplugged de 2008 creio eu, o qual estou assistindo agora, um best of acústico, formato que lhes assenta bem, onde encontramos grandes pérolas do Rock como "Jealous Again"; "Soung Singing" e "Remedy" (talvez a melhor música deles de sempre) e algumas baladas que não envergonham ninguém. É o caso de "Wiser Time"; "She Talks to Angels" e "Thorn in My Pride".Pelo meio ainda há uma versão de "She", um original do malogrado Graham Parsons para tornar as coisas mais interessantes. Enfim, mais um item indispensavel , e que nós da Casa do blues, convidamos a virem curtir junto de nós, em alta definição de áudio e vídeo, altamente recomendado.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Stevie Ray Vaughan & Double Trouble Nashville 09-09-1987



Neste inédito vídeo de Stevie vemos que seu estilo musical de tocar blues era fortemente influenciado por Albert King, que se auto-proclamou "padrinho" de Stevie, e por outros músicos de blues como Otis Rush e Buddy Guy.Stevie é reconhecido por seu som de guitarra característico, que em parte provinha do uso de cordas de guitarra espessas,pesadas, calibre .013 e também da afinação meio tom abaixo do normal . O som e, o estilo de Vaughan tocar, que freqüentemente mescla partes de guitarra solo com guitarra rítmica, também traz freqüentes comparações com Jimi Hendrix; Vaughan gravou várias canções de Hendrix em seus álbuns de estúdio e ao vivo, como "Little Wing", "Voodoo Child (Slight Return)" e "Third Stone from the Sun". Ele também era fortemente influenciado por Freddie King, outro grande músico texano, principalmente pelo tom e ataque. O pesado vibrato de King pode ser claramente ouvido no estilo de Vaughan. Outra influência no estilo foi Albert Collins. Sua técnica da mão direita.
Apesar de não termos neste vídeo uma definição de vídeo hi-fi, vale apena por sua raridade, e o áudio é muito bom, um prato cheio para os fãs, que nós convidamos em primeira mão, para curtir aqui, na Casa do Blues, uma cortesia de nosso amigo Gustavo “El pollo”, uma pessoa iluminada, e amante do blues, muita saúde a ti nosso amigo blueseiro.

TRACKLIST

1-Scuttle Buttin-Say What!
2-Superstition
3-Look At Little Sister
4-Life Without You
5-Mary Had A Little Lamb
6-Cold Shot
7-Voodoo Chile (Slight Return)

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

The Little Red Rooster




I am the little red rooster too lazy to crow for days

I am the little red rooster too lazy to crow for days

Keep everything in the farm yard upset in every way

The dogs begin to bark and hounds begin to howl

Dogs begin to bark and hounds begin to howl

Watch out strange cat people little red rooster’s on the prowl

If you see my little red rooster please drive him home

If you see my little red rooster please drive him home

Ain’t had no peace in the farm yard since my little red rooster’s been gone

Escrita por Chester Arthur Burnett , mais conhecido como Howlin' Wolf, Little Red Rooster se torna então um dos blues mais notáveis composto pelo ícone "O Lobo Uivante", com diversas versões, se tornou clássica na interpretação dos The Rolling Stones, influenciados por Wolf, que também influenciou diversos artistas de sua época como Eric Clapton, dentre outros, e fazendo parte da história secreta do rock and roll. No alto de seus 1,98 m e 130 Kg, ficou marcado como uma das mais graves e memoráveis vozes entre todos os clássicos cantores de blues da década de 50. Howlin' Wolf, Sonny Boy Williamson, Little Walter e Muddy Waters freqüentemente são apontados como os maiores artistas de blues que gravaram pela Chess Records em Chicago. Em 2004 a revista Roling Stone colocou Wolf em 51º lugar na sua lista dos "100 Maiores Artistas de Todos os Tempos".
Ele morreu em 10 de janeiro de 1976 e foi enterrado no Oak Ridge Cemetery, em Hillside, Cook County, Illinois e em sua lápide tem a imagem de um violão e de uma harmônica, deixando então um legado musical sem precedentes, e influenciando até hoje, estes dias estou com um amigo no MSN e ele me disse : “Acabei de tirar “The Little Red Rooster”. Falei então : esta é uma das minhas preferidas.
E isto é apenas um pouco de nossa história, a história do blues que faz parte de nossas vidas, e que aqui na Casa do Blues, todos podem conhecer um pouco desta história, em vídeos raros, que registram esta parte da história, surpreendente para os fãs, e uma descoberta para os que não conhecem, venham e confiram.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Festival Express


Festival Express é um filme de 2003, sobre uma viagem de trem que rolou em 1970 em
todo o Canadá, que contou com alguns dos maiores artistas da musica do mundo do rock and roll e blues, dentre eles Buddy Guy, The Grateful Dead , Janis Joplin , The Band e Delaney & Bonnie & Friends .
O filme combina filmagens ao vivo durante a década de 1970 dos concertos, bem como imagens a bordo do trem em si, intercaladas com entrevistas atuais com os participantes do tour compartilhando suas lembranças.
Em meio as viagens, muitas Jam's da rapaziada, dentro dos vagões, com nomes de peso, muita curtição e muito Rock and Roll.
Festival Express foi o único entre os festivais de rock, que ao invés de ser realizada em um único local, foi encenado em três cidades do Canadá, Toronto , Winnipeg e Calgary no verão de 1970.
A idéia era que ao invés de voar de cidade em cidade, os músicos viajando de trem,
criasem uma atmosfera de criatividade musical e de proximidade entre os artistas. Os passeios de trem entre as cidades acabaram por se tornar uma combinação de "jam sessions" sem parada e festa, alimentada por excesso de álcool, e outras coisas, memoraveis cenas de informais jam sessions entre The Band, Rick Danko , Jerry Garcia e Bob Weir e Janis Joplin . Entre as cenas mais memoráveis que descreve essas jam sessions informal, é um congestionamento de bêbados que caracterizam a faixa de Rick Danko , Jerry Garcia, Bob Weir e Janis Joplin .
Não percam as lendarias performances de The Grateful Dead, The Band, Janis Joplin, e Buddy Guy , dentre muitos outros, mais um presente da Casa do Blues, para todos os fãns incondicionais do blues e rock ando roll, não percam, venham conferir mais esta preciosidade do nosso acervo.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

BEAT CLUB


Beat-Club foi um programa musical alemão que durou de setembro de 1965 a dezembro de 1972.Foi transmitido a partir de Bremen, Alemanha, através de um dos canais da televisão pública nacional ARD, era produzido pela Radio Bremen, a partir do 38º programa, passou a ser co-produzido pela WDR.
Teve muita projeção por ser o primeiro programa alemão a basear-se em torno da música popular e contou com artistas lendários como, Muddy Waters, John Mayall, Jonny WInter, The Rolling Stones, Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Tina Turner, The Who, Black Sabbath,The Bee Gees, The Beach Boys, Kraftwerk, The Beatles, Spirit, Atomic Rooster ( em duas formações diferentes), Colosseum, como você poderá acompanhar nestes históricos 24 DVD's, que compoem nosso acervo, e nós da Casa do Blues temos o prazer de apresentar em altissima definição estas obras primas, a verdadeira mina do ouro do rock and roll, blues , jazz, fusion e prog,

High Voltage Festival 2010


Dias 24 e 25 de julho passados, ocorreu pela primeira vez em Londres
o High Voltage Festival no Victoria Park (o parque público mais antigo da cidade),
que trouxe o melhor do classic rock, metal e progressivo em todas as suas vertentes
e que agora podemos curtir em altissima definição de imagem e som, aqui na Casa do Blues.
Dois momentos se tornaram marcantes para o público presente,
como o último show do Heaven & Hell homenageando o saudoso Ronnie James Dio (\m/)
e o único show do Emerson Lake and Palmer (ELP) em 12 anos.
Sobre o show do Heaven & Hell, Geezer Butler disse à revista inglesa Classic Rock: “It’s gonna be very emotional doing this set with different singers [Glenn Hughes and Jorn Lande], and it will very strange being on stage without Ronnie. But Wendy Dio told us that, if he could, then Ronnie would certainly have given this his blessing.”As the band prepare to go into rehearsals for this special set, Butler added: “What we’ll do is a typical Heaven & Hell set as we’ve been touring with it recently. But it’s the only time we’ll do this. It won’t happen again.”
Já Glenn Hughes em seu site oficial, disse o seguinte: “When I walk onto the stage at High Voltage with my mates in Heaven and Hell, it will be to celebrate the life of our Brother Ronnie James Dio. I can’t think of any other Artist who has given so much with his generosity and charitable contribution. We will remember Ronnie as the Voice of Metal, we have also lost a loving, intelligent, sweet and Caring Human Being..RJD was a Giver, not a Taker.. Your Songs will live forever Brother,and you will never be forgotten…”
Para os fãs do Emerson Lake and Palmer, a performance deles no High Voltage não passa em branco o show mostrou o peso da banda. Além de tocar com os velhos amigos Keith Emerson e Greg Lake,Carl Palmer tocou também no sábado com o Asia no palco Prog do festival - haja pique para um senhor de 60 anos recém completados em março passado!
Algumas bandas do festival ( Asia, Argent, Focus, Marillion, Uriah Heep,
ELP e Martin Turner's Wishbone Ash) terão suas performances gravadas e que serão lançadas em CD.